fire2.jpg

Detecção e Alarme de Incêndio

O Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio tem como objetivo a detecção e alarme de qualquer princípio de incêndio permitindo uma ação eficiente e minimizando perdas e prejuízos no caso de um sinistro nas áreas físicas abrangidas pelo sistema.

Quanto mais rapidamente o fogo for descoberto, correspondendo a um estágio mais incipiente do incêndio, tanto mais fácil será controlá-lo. Além disso, tantas maiores serão as chances dos ocupantes do edifício escaparem sem sofrer qualquer injúria.

O funcionamento do Sistema de Detecção e Alarme de Incêndio baseia-se em distribuir sensores pelo edifício, que são constantemente monitorados por uma central de incêndio, e em caso de algum alarme, são acionadas sirenes de aviso de evacuação.

Existem vários tipos de sensores de incêndio, sendo que cada tipo de sensor é mais indicado para um tipo de aplicação:

  • Detector de fumaça

  • Detector térmico

  • Detector termovelocimétrico

  • Detector tipo “beam”

  • Acionador manual

  • Chave de fluxo

 

Para avisar aos ocupantes das edificações que um incêndio está em andamento, lança-se mão de:

  • Sirenes

  • Luzes estroboscópicas

  • Avisadores áudio-visuais

  • Sistemas de som ambiente ou específicos para incêndio

 

No Brasil as exigências quanto à necessidade instalação de sistemas de prevenção e combate de incêndios é regulamentada pelo Corpo de Bombeiros da Polícia Militar de cada Estado e a norma NBR 17240/2010 para o projeto de sistema de detecção e alarme de incêndio.

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn